terça-feira, 25 de setembro de 2012

Zico cita Nunes para apoiar Love e pede recepção tranquila a Ronaldinho

Por GloboEsporte.com - Postado por Abraao Na Rede

Maior artilheiro da história do Flamengo, com 509 gols, acha que ansiedade do atacante está atrapalhando na hora das conclusões
Maior artilheiro e ídolo da história do Flamengo, Zico falou na tarde desta segunda-feira sobre a complicada fase do time no Campeonato Brasileiro. Durante a assinatura do termo de parceria entre as empresas DS Coimbra, do ex-jogador, e a Planeta Educação, de São José dos Campos (SP), para a implantação de novos núcleos da “Escola Zico 10” em colégios públicos de todo o país, ele disse que o principal objetivo do Rubro-Negro é fugir do rebaixamento e apoiou o atacante Vagner Love, que perdeu um gol incrível na última rodada.
Zico acha que a ansiedade do jogador em querer ajudar a equipe pode estar atrapalhando na hora das conclusões. Ele disse que atacante não vive só de gols e lembrou dos que fez graças aos passes do ex-companheiro Nunes.
- A bola veio muito forte para ele. Talvez, pela ansiedade, possa ter deixado a bola bater e não fez o contrário. O Love pode achar que vai ajudar só fazendo gols, mas não. Podia ter se consagrado na partida apenas com assistências. Esse sentimento de querer ajudar muito pode atrapalhar. Se estava mal, não precisava ter batido o pênalti. Tem que ter mais calma. Lembro-me de uma época em que fiz mais de oito gols seguidos com passes do Nunes. Isso é normal – comentou o atual técnico da Seleção do Iraque que tem 509 gols com a camisa do Flamengo.
Na próxima quarta-feira, Vagner Love será a principal aposta do Flamengo na difícil partida diante do Atlético-MG, no Engenhão. O confronto marcará o reencontro entre o clube e Ronaldinho Gaúcho, que saiu brigado da Gávea. Zico acha que a torcida precisa esquecer o que aconteceu e voltar suas atenções ao time carioca.
- Crucificar alguém sem saber o outro lado da história é complicado. Lembra do caso Ronaldo, que a torcida também pegou no pé. Uma vez abri o CFZ durante dois meses para ele se recuperar. Só por isso ele deveria ter acertado um contrato com o CFZ? Ninguém fez nada. A coisa (encontro) tem que ser tranquila. A torcida precisa esquecer isso e apoiar o time, que é mais importante – afirmou.
O Galinho ainda opinou sobre o Fla-Flu do próximo domingo.
- Os jogos de Campeonato Brasileiro estão equiparados. Não existe um clube muito superior a outro. O Fluminense perdeu para o lanterna e só não empatou na última rodada porque o juiz não deu um pênalti. Em qualquer circunstância (Fla-Flu) o bicho pega. Não existe essa coisa de momento. O Fluminense tem um plantel e jogadores que podem decidir. O Flamengo foi obrigado a colocar os garotos para jogar. Ninguém faz mágica no futebol. Mesmo assim, não tem favorito.

Nenhum comentário: